O Facebook realizou nos últimos dias 18 e 19 de abril o F8 2017, um evento anual que reúne desenvolvedores que visam explorar as novas tendências do mundo tecnológico. Mark Zuckenberg iniciou o F8 falando sobre a câmera e a sua importância como primeira plataforma para realidade aumentada. O CEO do Facebook anunciou a primeira de muitas ferramentas que foram divulgadas durante a conferência.

Camera Effects Plataform

Esta ferramenta abrirá um leque de oportunidades para desenvolvedores criarem efeitos para a nova câmera do Facebook, utilizando todas as novidades da realidade aumentada.

A plataforma inclui dois produtos: o Frames Studio, um editor para fotos de perfil do Facebook ou para a nova câmera; e o AR Studio, que possibilitará que o usuário crie diversas tecnologias que reajam ao movimento, local e até mesmo durante transmissões ao vivo.

Facebook Spaces

Nesta novidade da realidade aumentada, os usuários poderão estar em um ambiente interativo com amigos. O Spaces permitirá a visualização de fotos e vídeos em 360º e  desenhos ao ar livre e objetos virtuais. Com isso, uma interação com espaço será promovida pela plataforma.

Pelo Messenger, o usuário poderá convidar quem quiser para este ambiente em realidade virtual.

Messenger

 Com grande destaque, o Messenger trouxe muitas novidades. Agora, além das extensões de bate-papo, a plataforma contará com um assistente de inteligência artificial, o M, que permitirá fazer encomendas pelo site Delivery.com.

Um novo sistema de respostas inteligentes ajudará as páginas a responderem perguntas mais frequentes realizadas por clientes de pequenas empresas.

Outras funcionalidades

Além dos citados acima, outras quatro novidades foram lançadas: o Developers Circle, feito para que todos os desenvolvedores do mundo se conectem e compartilhem conhecimento; o Places Graph, uma  ferramenta que fornece acesso grátis a dados em mais de 140 milhões de lugares ao redor do mundo; a Identidade, uma nova API que possibilita o mapeamento entre o login do Facebook e uma identificação do Messenger; e o Facebook Analytics, que disponibiliza dados demográficos e mede o comportamento de clientes em todos os canais, com Insights Automatizados para aprendizado avançado de máquinas e inteligência artificial para acompanhar insights como alterações em compras de uma nova versão do seu aplicativo, por exemplo.

Visando um todo, o Facebook está investindo em uma estratégia estrutural, evitando a busca de uma solução única para diversas situações. Com isso, tecnologias distintas para ocasiões diferentes serão desenvolvidas e usadas em conjunto para criar uma rede extensa e flexível.

Dentro desse universo aparece a Inteligência Artificial, uma ferramenta que vem sendo 

desenvolvida para criar novas experiências visuais para o usuário. A nova Camera Effects, por exemplo, oferece umamaneira de construir ferramentas de expressão criativa.

A Realidade Virtual é outra ferramenta em que o Facebook deposita grande otimismo atualmente. O Surround 360 permite a produção de vídeos em alta qualidade, com o usuário podendo se movimentar dentro do cenário.

Building 8

Este é o nome da equipe de pesquisa e desenvolvimento do Facebook que vai criar e trazer produtos inéditos que definam a sua categoria.

Um dos sistemas trabalhados permite que o usuário digite com o pensamento, por meio de uma fala silenciosa. 100 palavras por minuto serão digitadas a partir de comandos cerebrais. Uma velocidade 5x mais rápida que uma digitação em smartphone.

O sistema decodificará apenas as palavras já compartilhadas e enviadas para o centro de fala do cérebro. É uma forma de se comunicar com a velocidade e flexibilidade da sua voz e com a privacidade da escrita. O Facebook quer alcançar esse objetivo através de sensores vestíveis não invasivos que podem ser fabricados em escala.

 

Gostou das novidades e quer saber muito mais sobre Facebook? Baixe o nosso eBook Guia Completo de Facebook Ads.